O diretor de negócios da CSC – Expresso Planalto, Roberto Santana, responsável direto pela empresa que vai assumir o transporte coletivo de Pouso Alegre/MG a partir do dia 1º de abril, realizou na manhã desta sexta-feira, 29/3 uma coletiva com a imprensa local e regional para explicar o novo sistema de funcionamento no município e possíveis mudanças que devem ocorrer no início dos serviços na cidade.

Segundo Roberto Santana, o funcionamento na fase inicial seguirá os mesmos moldes implantados pela Princesa do Sul, quanto a horários e itinerário dos ônibus. A perspectiva no momento é apresentar qualidade e eficiência e aos poucos ser melhorado para atender cerca de 400 mil passageiros por mês conforme exige a demanda no município exigido no contrato realizado com a prefeitura.

Ainda de acordo com o diretor, ao todo serão 56 ônibus que já se encontram em Pouso Alegre devidamente emplacadas para iniciar a operação, dos quais, 48 já no dia 1º de abril devem cumprir todo o itinerário determinado pela Prefeitura Municipal. Santana não poupou críticas à empresa Viação Princesa do Sul, que era a responsável pelo serviço, apesar de ter elogiado toda a direção pela forma como foram recebidos desde o início.

“Nós não participamos de um período de transição não, passamos por um período de socorro. Não foi transição não. Não tinha sistema mais, operante, de onde nós começamos para cá. Tanto que nós tivemos que colocar quatro miniônibus para rodar, que rodaram 20 horas por dia sem manutenção, durante todo esse período, porque não tinha tempo, não tinha carro. E nós, tínhamos um sistema que tinha dia que tinha 25 ônibus, no outro dia, tinha 30 ônibus na rua, depois tinha 28 ônibus. [E eles tinham uma] previsão de quase 50 ônibus”, afirmou o diretor. Roberto disse que o prazo para entrar na cidade foi curto e muito trabalhoso, para honrar todas as exigências da prefeitura, mas que não esmoreceu e estão aí para realizar um grande serviço na cidade, cuja operação de trabalho inicia-se no dia 1º de abril.

Conforme a Expresso Planalto, os serviços de wifi e atendimento via aplicativo para smarthphones, apesar de previstos no edital para a concessão, não devem funcionar no início das operações com 100% conforme a população espera, já que o prazo para assumir o transporte, que era 180 dias, foi reduzido para 90. Mas assim que a frota começar a rodar, os serviços serão reajustados para garantir o que foi prometido a todo usuário, é só uma questão de adequamento.

“O primeiro dia de operação vai ser exatamente o atendimento às ordens de serviço emitidas pela prefeitura no contrato, com todo o quadro de horários e todos os ônibus previstos, dentro dos horários estipulados”, disse.

Ele respondeu a inúmeras perguntas, ouviu diversas opiniões e disse estar apaixonado pela cidade e seu povo trabalhador e hospitaleiro. Também aproveitou a coletiva para fazer um convite a toda população, que venham para o pátio da rodoviária participar da inauguração, conhecer de perto os ônibus, poder tocar nos aplicativos e, participar de uma grande festa com shows e distribuição farta de guloseimas, brinquedos infláveis e toda uma equipe para dar as informações que forem necessárias. Tudo isso para comemorar esta nova página que começa a ser escrita no cenário de transporte público da cidade, que inicia no próximo sábado as 15hs no Pátio da Rodoviária. Imperdível.

Direto da Redação – Reportagem Neilo Machado – Produção e imagens: Anderson Campos

Comentários

Publicidade