De autoria do vereador Wilson Tadeu Lopes (PV) na sessão de terça-feira, 26/3, foi aprovado por unanimidade a criação das Paraolimpíadas de Pouso Alegre. A ideia do projeto é proporcionar aos atletas com deficiência, a possibilidade da prática esportiva em uma ou mais das modalidades, reconhecidas pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB).

“Pensamos nesse Projeto de Lei para tentar garantir maior efetividade à acessibilidade e à inclusão social de pessoas com deficiência em nosso município. O sucesso das modalidades esportivas voltadas a elas é evidenciado, ao máximo, com a existência das “Paraolimpíadas”, versão dos Jogos Olímpicos em que o Brasil se destaca em diversos esportes” explica o autor da propositura, o vereador Wilson Tadeu Lopes.

A ideia recebeu grande apoio das instituições educacionais e sociais que trabalham diretamente com as pessoas com deficiência. Entidades como Apae, Escola Estadual Dr. Custódio de Miranda, Felippo Samaldone, por exemplo, participaram inclusive da elaboração do texto do projeto. Tudo para garantir que a ideia tenha a maior eficiência possível.

O Projeto Esporte Paraolímpico no Município de Pouso Alegre será desenvolvido por profissionais qualificados para o atendimento da finalidade da lei. Agora, caberá à Secretaria de Esportes juntamente com essas e demais entidades definir as questões específicas de como acontecerão os Jogos.

Os esportes paraolímpicos

A ideia dos Jogos Paraolímpicos surgiu pela primeira vez em 1944, com o neurologista alemão Ludwig Guttman. Ele foi o primeiro a utilizar o esporte como terapia de reabilitação física e emocional. As primeiras Paraolimpíadas aconteceram em 1960, coincidindo com os Jogos de Roma. Cerca de 240 (duzentos e quarenta) atletas com deficiência, de 23 (vinte e três) países, participaram da competição, que repercutiu positivamente em todo o mundo.

Hoje, os Jogos Paralímpicos são um evento de esporte de alto rendimento. Por este motivo, os Jogos enfatizam mais as conquistas do que as deficiências dos participantes. O movimento tem crescido de maneira significativa desde seu início. Quatrocentos atletas participaram dos Jogos Paralímpicos de Verão de Roma, em 1960. No Rio 2016, foram mais de 4 mil atletas, de 176 países.

Os Jogos Paralímpicos têm sido sempre realizados no mesmo ano dos Jogos Olímpicos. Desde os Jogos de Seul, em 1988, também têm sido sediados no mesmo local. Em 19 de junho de 2001, foi assinado um acordo entre o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) que assegura esta prática para o futuro.

Direto da Redação com informações da Ascom/CMPA

Comentários

Publicidade