O prefeito Rafael Simões reuniu em seu gabinete, nesta terça-feira, 13/11, a imprensa local e regional para assinar protocolo de intenções para expansão da unidade da Unilever Brasil em Pouso Alegre/MG. Protocolo esse que foi assinado pelo prefeito Rafael Simões, pelo vice-presidente  Supply Chain Renato Miatello, na presença ainda do Secretário Municipal Dino Frascecato, o head de Assuntos Corporativos Antonio Calcagnotto e o gerente geral da fábrica em Pouso Alegre, Eduardo Mollo. Durante seu discurso de abertura para a coletiva Simões destacou a boa localização de Pouso Alegre, um dos motivos para a escolha da cidade pela Unilever para a ampliação da sua unidade. “Isso puxa muitos investimentos e traz muita prosperidade para o município, para o estado e também para toda a região”, declarou.

Por outro lado a Unilever através de seu vice-presidente Supply Chain, Renato Miatello anunciou que está expandindo sua unidade em Pouso Alegre disse também que a Multinacional trará para a cidade a produção das marcas Hellmans’s [que era fabricada na cidade até 2006] e da Arisco. A expansão  faz parte da estratégica  da empresa centralizar a produção com a distribuição em algumas áreas do país. “Pouso Alegre é um dos lugares escolhidos, pelas condições que a cidade oferece e é exatamente aqui que encontramos esses critérios como localização, geografia, facilidade de acesso e proximidade com grandes centros consumidores, disponibilidade de energia e qualidade de mão de obra especializada também pesaram na escolha do município”.

Antonio Calcagnotto head de Assuntos Corporativos que acompanhava o vice presidente da Unilever informou que as obras para esta expansão em Pouso Alegre já foram iniciadas, e a previsão é de início de operações em 2019. Com as novas linhas de produção, a empresa espera um faturamento adicional de R$ 290 milhões em 2019, e R$ 1 bilhão em 2020.

Atualmente a Unilever possui 670 funcionários em Pouso Alegre. Com a expansão, a empresa pretende criar 200 empregos diretos e 150 indiretos.

“Estamos trazendo de volta para Pouso Alegre toda a produção da marca Hellmann’s, é uma marca extremamente importante, com investimentos da ordem de 120 milhões de reais nessa primeira fase, e um incremento no faturamento na ordem de 1 bilhão de reais, gerando ainda cerca de R$ 300 empregos diretos”, comentou o vice-presidente da cadeia de suplementos da Unilever, Renato Miatello.

O anúncio e a assinatura de intenções foram feitos em coletiva de imprensa na Prefeitura. Para o prefeito Rafael Simões, a vinda mostra a importância da cidade para novos investimentos: “Isso demonstra a capacidade que Pouso Alegre tem de desenvolver e crescer gerando empregos de qualidade, hoje somos uma das principais cidades do Sul de Minas, e temos tudo para ser em pouco tempo a mais importante de Minas Gerais” , disse Rafael Simões.

O retorno da Hellmann’s também foi comemorado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Dino Francescato que acompanhava o prefeito Simões na coletiva. Dino foi o primeiro gerente da fábrica em Pouso Alegre, na década de 70.

Em 1975 a Unilever comprou a Refinações de Milho Brasil que foi a primeira grande fábrica a se instalar em Pouso Alegre. Desde então passou a produzir sucos a base de soja Ades, e caldos, temperos e sopas da Knorr, mas a Maionese Hellmann’s foi desativada e enviada para outra fábrica em Goiana.

Com sua expansão na cidade foi construído o novo Centro de Distribuição às margens da Rodovia Fernão Dias. Ele comporta o recebimento e armazenagem da produção das fábricas da região Sudeste e de outros centros de distribuição regionais da companhia além das que se encontram no Nordeste. O Centro de Distribuição de Pouso Alegre tem 90 mil metros quadrados e capacidade. De Pouso Alegre, as mercadorias são despachadas diretamente para varejistas ou para centros de distribuição regionais da companhia no país.

A anglo-holandesa Unilever amplia sua capacidade no Brasil com esta nova proposta para Pouso Alegre, segundo maior mercado da companhia, para atingir a meta global de dobrar seu faturamento até 2020. A multinacional tem mais duas fábricas no Brasil uma unidade em Aguaí (SP), completando doze instalações.

Segundo informou Antonio Calcagnotto o grupo está transferindo operações de Goiânia para Pouso Alegre, suas linhas de produtos: maionese, catchup, mostarda e molhos para salada, A Knorr continua na cidade. A previsão de início das operações na cidade será agora em 2019, investimento de R$ 127 milhões, geração de 200 empregos diretos e 150 indiretos. A fábrica hoje em Pouso Alegre possui 670 funcionários.

Em contrapartida a prefeitura oferece: Isenção de IPTU por cinco anos (renovável). Isenção de ISSQN sobre as obras. Isenção de taxas de fiscalização de obras e funcionamento e Melhoria na sinalização que dá acesso à empresa. Para o prefeito os investimentos anunciados são importantes principalmente pela geração de novos empregos que irão proporcionar.

A cidade como o prefeito Rafael Simões e seu secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Dino Francescato tem motivos de sobra para comemorar com a população mais este investimento na cidade, por sua geração de empregos e pela qualificação que vão colocar o município de Pouso Alegre no ranking de uma das cidades mais importantes de Minas Gerais para se investir.

Direto da Redação

Comentários

Publicidade