O Reverendo Bernardino Ovelar no programa “Palavra de Fé” nos brinda esta semana sobre um assunto muito atual que se renova a cada dia na união de duas pessoas que se amam e desejam uma bênção matrimonial para esse momento de conquista e compromisso para uma vida feliz a dois.

O casamento cristão é um sacramento, um ato solene e público de uma união espiritual e física entre um homem e uma mulher, celebrado por consentimento mútuo e íntimo e com a intenção de que seja para toda a vida. A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) celebra o matrimônio entre duas pessoas de sexos diferentes depois de cumpridas determinadas exigências.

O divórcio muitas vezes surge como o último recurso, depois de esgotados todos os meios de superação da crise matrimonial, para resguardar a dignidade de cada pessoa do casal. Uma segunda chance é possível para ambos construírem outra relação de forma sadia com a Bênção de Deus. A Igreja Anglicana possibilita, através dos sacramentos e do aconselhamento, uma pastoral acolhedora a todas as pessoas que passaram pelo divórcio e desejam uma outra oportunidade. A Igreja tem uma postura auxiliadora e não de juíza. O ato religioso deverá ser cercado de mais cuidados. Além da conversa pastoral com o casal, serão necessárias as documentações que demonstrem a legalidade para poder realizar o segundo casamento (formalização do processo transladado da sentença de divorcio). Cumprida essas etapas, o reverendo encaminhará o processo para avaliação da Diocese e então realizará a cerimônia matrimonial desejada pelo casal.

O programa de hoje têm mais a função de informar e mostrar a visão da Igreja Anglicana sobre o casamento e esse é o tema que o Reverendo aborda de modo especial e ilustrativo. Mostrando o mais importante são os votos e o comprometimento de um para com o outro. O objetivo desse amor que os une para sempre.

Também fala da liberdade em escolher, ser livre e vivenciar o amor celebrado entre duas pessoas. Afinal são mensagens aos que se amam verdadeiramente e se estabelece o propósito de renovar a continuação após o divórcio, os anglicanos realizam o segundo casamento. Pois, recomeçar a vida é a forma mais digna de buscar a felicidade na companhia de outra pessoa.

O programa de hoje é uma porta aberta para a felicidade com a bênção de Deus e ao mesmo tempo uma reflexão de que amar é apenas um gostar do outro e desejarem estarem juntos. O enlace é apenas uma confirmação para que Deus como Pai abençoe aqueles que buscam a bênção num sacerdote, que tem este poder de unir duas pessoas que se amam.

Tudo isso é a graça para se viver o matrimônio na dimensão do Reino de Deus pelo filho Jesus. Seguindo a Cristo, na renúncia a si próprios e tomando a sua cruz, os esposos poderão compreender o sentido original do matrimônio e vivê-lo com suas esposas com alegria e perseverança. Portanto, os noivos cristãos, no seu estado de vida e na sua ordem pessoal que desejam se unir recebendo a bênção, têm, no povo de Deus, os seus dons próprios. Esta graça própria do sacramento do Matrimônio destina-se a aperfeiçoar o amor dos cônjuges e a fortalecer a sua unidade indissolúvel. Por meio desta graça, eles se auxiliam mutuamente para chegarem à santidade pela vida conjugal que os definem marido e mulher e pela procriação e educação dos filhos. E, Jesus Cristo tem sido sempre a fonte desta graça sobre o casal.

Direção e interpretação: Neilo Machado – Produção e Imagens: Anderson Campos
Gravado nos estúdios da TV jornal da cidade.

Comentários

Publicidade