Esopo (620 a.C. – 564 a.C.) foi um escritor da Grécia Antiga a quem são atribuídas várias fábulas populares. A ele se atribui a paternidade das fábulas como gênero literário. As fábulas que lhe são atribuídas sugerem normas de conduta que são exemplificadas pela ação dos animais (mas também de homens, deuses e mesmo coisas inanimadas). Esopo partia da cultura popular para compor seus escritos. Os seus animais falam, cometem erros, são sábios ou tolos, maus ou bons, exatamente como os homens. A intenção de Esopo, em suas fábulas, era mostrar como os seres humanos podiam agir, para bem ou para mal.

O Leão, o Lobo e a Raposa

“Um leão, envelhecendo, adoeceu em sua caverna. Todos os animais vieram visitar seu rei, exceto a raposa. O Lobo, portanto, achando que tinha uma oportunidade de capital importância, acusou a raposa de não prestar qualquer respeito àquele que tinha o domínio sobre todos eles e de não vir visitá-lo. Naquele exato momento a Raposa entrou e ouviu essas últimas palavras do Lobo. O Leão rugiu furioso contra ele. Enquanto isso, a Raposa buscou a oportunidade de se defender e disse: “E quem dentre todos aqueles que vieram a você, o beneficiou tanto quanto eu, que viajou de um lugar para outro em todas as direções? E ainda procurou e aprendeu com os médicos os meios de curá-lo?” O Leão ordenou-lhe imediatamente que lhe dissesse a cura e então a raposa respondeu: Você deve esfolar um lobo vivo e envolver sua pele ainda quente ao seu redor”. Imediatamente o lobo foi levado e esfolado. A raposa, virando-se para ele, disse com um sorriso: “Você deveria ter induzido o seu mestre para o bem e não para o mal”.

Lição de moral dessa fábula

Quando nosso objetivo é espalhar a crueldade e prejudicar os outros, inconsideradamente, trazemos essa crueldade e danos em nossas próprias vidas. Devemos sempre nos esforçar para fazer com que os que nos rodeiam desejem coisas boas, para que nossas vidas também sejam enriquecidas por sua bondade.

Três práticas que determinam seu bem-estar e seu futuro

Com quem você convive?

O que está fazendo?

O lugar onde vive?

Para seu bem-estar, principalmente seu futuro, seja radical, relacione só com gente que te faça crescer: intelectualmente, profissionalmente, psicologicamente e espiritualmente!

“O caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver”, afirmou o Dr. Sigmund Freud, médico neurologista e criador da psicanálise.

Todas as nossas práticas têm retorno. Aprender tudo que é justo, verdadeiro, amoroso, pacífico e espiritual em prol da dignidade humana e a execução do bem para si mesmo e para os outros.

A terapia psicanalítica auxilia nessa aprendizagem fornecendo mecanismos para o bem-estar em todos os sentidos da vida.

 

Comentários

Publicidade