O jovem de 20 anos, suspeito de abusar de uma menina, que foi encontrado morto em São Gonçalo do Sapucai – Sul de Minas na segunda-feira, 03/6, pode ser inocente do crime que atribuíram a ele. Um exame realizado em Pouso Alegre/MG descartou o abuso. Só que o jovem identificado por Moisés Nicolau, já havia sido assassinado antes do laudo ficar pronto.

O jovem Moisés Nicolau, de 20 anos, estava desaparecido desde o dia 7 de maio. Naquele dia a companheira dele registrou um boletim de ocorrência por estupro de vulnerável. A suspeita era que ele havia abusado da enteada. A mãe foi até a delegacia depois que uma vizinha contou que viu o rapaz vestir a criança de 4 anos. O boato se espalhou pelo bairro onde eles moravam e logo depois, Moisés desapareceu misteriosamente.

“Pegaram ele e já ligaram falando que umas 15, 20 pessoas tinham pego ele pra matar, porque ele tinha sido acusado de estupro de uma menina de 4 anos”, disse uma testemunha que não quis ser identificada.

Os exames feitos na menina no IML de Pouso Alegre foram concluídos e dias depois descartaram o estupro.

Na última segunda-feira, quase um mês depois da denúncia de estupro, a polícia encontrou o corpo de Moisés em uma cova rasa, a cerca de 10 quilômetros do Centro da cidade. A investigação está em segredo de justiça. Dois homens estão presos em Pouso Alegre suspeitos de participarem do homicídio. A polícia ainda apura a participação de outras pessoas no crime.

Direto da Redação com informações da PMMG

Comentários

Publicidade